Mapa do Site Contato
São Paulo, 16 de agosto de 2017   
Telefone do Consultório do Dr. Maurício
 
 
Red Ballon


Informações sobre a primeira consulta

 

Etapas da primeira consulta ao hebiatra

  • Primeira etapa
    A primeira etapa da consulta acontece com o adolescente acompanhado da mãe ou do pai, no consultório. Este momento é muito importante para esclarecimentos de como ocorrerão as consultas.
  • Segunda etapa
    Na segunda etapa, o adolescente vai para a sala de espera e os pais ficam na sala do médico.
  • Terceira etapa
    Os pais vão para a sala de espera e o adolescente volta para a sala do médico. Segundo o Código de Ética Médica, o adolescente tem direito à privacidade durante a consulta, isto é, pode ser atendido sozinho, se quiser.

Próximas consultas:

  Nas consultas seguintes o adolescente é atendido sozinho, mas os pais podem conversar com o médico sempre que quiserem.

Por que o adolescente é atendido sozinho?

  Ele pode conversar com o médico sobre assuntos que não conversaria se a mãe ou pai estivessem ao lado. Algumas vezes surgem questões relacionadas à atividade sexual, curiosidade sobre drogas, ou outros assuntos complicados. Neste momento, o médico conversa a respeito das situações de risco em que ele pode estar se envolvendo. Nessa fase da vida em que as mudanças físicas do corpo começam a ocorrer, muitos adolescentes se sentem envergonhados de trocar de roupa na frente dos pais. Dessa forma, o exame físico também acontece sem a presença deles. É claro que, se o jovem se sentir mais tranqüilo, os pais podem estar no consultório. Mas é bom lembrar que, nesse momento, o adolescente pode querer resolver alguma dúvida, perguntar alguma coisa que nunca teve coragem de perguntar para ninguém. Exemplo: sobre o tamanho do pênis ou o desenvolvimento dos seios. São dúvidas que incomodam muito ao jovem: "será que sou normal?"

Observações:

  • "Esses procedimentos são importantes para que, progressivamente, o adolescente reconheça e assuma a responsabilidade pela sua saúde e os cuidados com a sua própria vida."
  • A família não deve ser excluída, mas deve entender e respeitar o direito do jovem à privacidade. Isso é muito importante para o desenvolvimento e formação de uma identidade adulta saudável. O Código de Ética Médica diz claramente no seu artigo 103: "É vedado ao médico revelar segredo profissional referente a paciente menor de idade, inclusive a seus pais ou responsáveis legais, desde que o menor tenha capacidade de avaliar seu problema e de conduzir-se por seus próprios meios para solucioná-lo, salvo quando a não revelação possa acarretar danos ao paciente".

Exame Físico:

  O Exame Físico na adolescência é importante pois, entre outras coisas, trata-se de uma fase de crescimento acelerado. Poucas pessoas sabem que a aceleração do crescimento só ocorre em duas fases da vida: na primeira metade da gestação (dentro do útero) e na puberdade (durante a adolescência).
Sendo assim, é muito importante saber em qual momento de seu crescimento o jovem se encontra. Isto tem influência direta na orientação da nutrição, exercícios físicos, atividade sexual, tratamento de doenças, e outros assuntos importantes. Por isso o exame físico é fundamental na consulta médica, não só do hebiatra, mas de qualquer especialidade.O médico deve pesar o adolescente com o mínimo de roupa possível (cueca para os meninos, calcinha e sutiã para as meninas). Dessa maneira não há interferências na avaliação do peso do paciente. Essa conduta, geralmente, também é adotada por médicos de outras especialidades.

  O médico deve pesar o adolescente com o mínimo de roupa possível (cueca para os meninos, calcinha e sutiã para as meninas). Dessa maneira não há interferências na avaliação do peso do paciente. Esta conduta, geralmente, também é adotada por médicos de outras especialidades.

  É muito importante que a estatura seja medida com precisão. Observam-se detalhes como posição dos pés, do rosto e respiração, tomando-se por base padrões de conduta médica aceitos internacionalmente.

  Além de examinar olhos, nariz, ouvidos, boca, pescoço, coração, pulmões, abdome, braços, pernas e coluna vertebral, a avaliação genital também é importante. O pênis e testículos devem ser examinados e comparados com a chamada Classificação de Desenvolvimento Genital. De acordo com ela, poderemos saber em que momento do crescimento (aceleração ou desaceleração) o jovem se encontra. No caso das meninas, existe a Classificação do Desenvolvimento Mamário. Esta classificação não tem relação com o tamanho das mamas, mas com as características que elas apresentam em cada etapa do desenvolvimento.

  A avaliação destes estágios de amadurecimento mamário e genital serve para dar uma idéia do momento em que o paciente se encontra do chamado "estirão". Na prática, podemos avaliar se aquela pessoa ainda vai crescer muito ou se o seu crescimento já está se completando.

  Sempre que houver necessidade, o médico deve encaminhar seus pacientes para outros médicos que atuam em áreas mais específicas (o otorrinolaringologista, o oftalmologista, o urologista, o cardiologista).

  O médico hebiatra poderá solicitar exames de laboratório, como os de sangue, fezes, exames de imagem (ultra-som, radiografia, tomografia) devendo sempre dizer ao paciente o motivo pelo qual ele está fazendo esta solicitação.


Consultório: Rua Viradouro, 63 • 1 º andar • Itaim Bibi • São Paulo • SP • [11] 3078-1479
Desenvolvimento F|Tech